“A CCDR Alentejo precisa de descer ao terreno, indo ao encontro dos cidadãos”, diz Ceia da Silva

Como já aqui noticiámos, António Ceia da Silva, atual presente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, é um dos candidatos à Presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo.

Ceia da Silva, deu hoje a conhecer o Manifesto Eleitoral com que se apresenta à eleição, reafirmando o “carácter independente da minha Candidatura e a vontade que tenho em trabalhar com todos os quadrantes políticos, económicos e sociais, aliás foi assim que estive na vida pública nos últimos doze anos.”.

No manifesto que apresenta, António Ceia da Silva começa por afirmar que acredita “numa CCDR Alentejo mais forte e liderante, que puxe efetivamente pelo desenvolvimento de todo o território”, mas também diz pretender “uma CCDR atuante em todo o território deve abrir caminho e potenciar a descoberta de iniciativas dos pequenos e micro empresários e dos jovens empreendedores que querem criar riqueza e emprego”.

António Ceia da Silva, diz que caso seja eleito, vai revalorizar a “figura do Conselho de Coordenação Intersectorial da CCDR Alentejo, que deverá a passar a reunir trimestralmente”.

Nos vários pontos que apresenta, Ceia da Silva diz que “a CCDR Alentejo precisa de descer ao terreno, indo ao encontro dos cidadãos.”

De seguida deixamos-lhe na íntegra o Manifesto Eleitoral de António Ceia da Silva.