Alcácer do Sal: Assinado contrato de 1,9 milhões de euros para construção de ETAR na Comporta

Foto: Município de Alcácer do Sal

Foi esta quarta-feira assinado o contrato da empreitada de concepção e construção da futura ETAR da Comporta entre a AgdA – Águas Públicas do Alentejo e o consórcio Domingos da Silva Teixeira, S.A/DTE, Instalações Especiais, S.A.

A cerimónia decorreu no auditório da Junta de Freguesia da Comporta, tendo estado ainda presente o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, e a presidente da Junta de Freguesia da Comporta, Deolinda Florêncio.

A nova ETAR está dimensionada para tratar as águas residuais de uma população de cerca de 2.500 habitantes-equivalentes em época alta e 589 habitantes-equivalentes na época baixa, pertencentes à população do lugar da Comporta, no concelho de Alcácer do Sal. Esta instalação estará equipada com um sistema de tratamento tecnologicamente avançado, incluindo tratamento primário, biológico e desinfecção adicional para produção de água para reutilização e tratamento de lamas por desidratação, visando alcançar elevados níveis de tratamento com a menor pegada possível e contribuindo para a sustentabilidade ambiental da região em que se insere, com destaque para o ecossistema estuarino do Sado, zona sensível e classificada como Reserva Natural.

Representando um investimento de 1,9 milhões de euros, cofinanciado pela União Europeia através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), a ETAR da Comporta tem um prazo de construção de 740 dias. Também já está em curso a construção do Sistema Intercetor e Tratamento de Águas Residuais da Comporta que irá conduzir os efluentes gerados até à nova ETAR, envolvendo uma estação elevatória e 1,7 quilómetros de colectores. Esta empreitada foi contratada à empresa Ambiágua em Novembro passado e representa um investimento de 840 mil euros, cofinanciado pela União Europeia através do POSEUR.

Recomendado