Alentejo Litoral: Assinado contrato de 1,1 milhões para obra em Vila Nova de Santo André

Foi recentemente assinado o contrato para a empreitada “Requalificação de Espaço Público no Bairro do Pinhal”, em Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, uma obra com o valor de um milhão e cem mil euros.

O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, e o representante da empresa PROTECNIL – Sociedade Técnica de Construções, S.A., Nélson Tomás, firmaram o acordo para a obra neste Bairro, que irá de uma forma geral, qualificar a imagem geral do bairro, quer paisagisticamente, quer funcionalmente, recorrendo ao espaço público para preservar a memória do local, valorizando os usos partilhados com o qual foi pensado, mas garantindo a segurança dos seus utilizadores.

Serão realizadas as seguintes intervenções:

– Requalificação das áreas de circulação pedonal, através da repavimentação dos passeios existentes, criação de acessos desnivelados, remoção de obstáculos, redefinição das áreas pedonais / áreas de circulação mistas / áreas viárias, repavimentação de áreas degradadas 

– Instalação de lomba no eixo principal do bairro de modo a garantir a circulação pedonal em segurança e a redução da velocidade de viaturas que circulam nesta zona.

– Restruturação dos espaços verdes do bairro, com redefinição da rede de rega e redução dos custos de manutenção.

– Colocação de mobiliário e equipamento urbano de modo a melhorar a utilização / fruição do espaço .

– Instalação de dois fogareiros comunitários, com vista à centralização deste tipo de equipamentos, evitando a proliferação de pequenas unidades individuais.

– Resolução de problemas de drenagem pluvial.

– Reforço da sinalização vertical e horizontal.

Esta obra está integrada no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) da Câmara Municipal (abrange Vila Nova de Santo André os Centros Históricos de Santiago do Cacém, Cercal do Alentejo e Alvalade). A autarquia submeteu a sua candidatura para apoios da União Europeia através do Alentejo 2020, Portugal 2020 e FEDER.

O arranque dos trabalhos está previsto para os primeiros meses de 2019 e aguarda apenas a aprovação final da Unidade de Gestão do Alentejo 2020, bem como o visto do Tribunal de Contas.

O mais visto