Alentejo: “várias centenas de desempregados a menos comparando com o mesmo mês do ano anterior”, avança Arnaldo Frade (c/som)

Foto: Hugo Calado/ODigital.pt

Como tem sido noticiado, o desemprego tem vindo a descer ao logo dos últimos meses a nível nacional, sendo que o Alentejo também não foge a essa tendência.

ODigital.pt falou com Arnaldo Frade, Delegado Regional do Instituto de Emprego e Formação Profissional do Alentejo, que comentou esta tendência.

Arnaldo Frade começou por dizer que “verificou-se mais uma descida do desemprego na região Alentejo, como no resto do país, com diferença em termos de comparação homóloga na ordem das várias centenas de desempregados a menos comparando com o mesmo mês do ano anterior.”

O Delegado Regional do IEFP do Alentejo fala da integração dos jovens no mercado de trabalho referindo que “num contexto em que o mercado está a assimilar jovens para integrar os postos de trabalho que se vão criando, é muito importante que esta oferta possa subsistir, que os jovens possam ter várias possibilidades do ponto de vista da aquisição de competências e possam planear o seu futuro da forma que entendam mais adequada”, acrescentando que “é diferente os jovens poderem frequentar a formação profissional e depois terem de ir para a universidade ou irem para a universidade porque têm mesmo esse projecto de vida ou poderem fazer tudo isso e ainda terem um mercado de trabalho que os absorve do ponto de vista da sua qualificação se porventura eles quiserem outra via que é conseguirem um posto de trabalho, desenvolverem a sua actividade em função da formação profissional que adquiriram e ao mesmo tempo prosseguirem os seus estudos e terem um trabalho na área das engenharias ou outra qualquer.”