Alergias: Até 5 de Setembro baixas concentrações de pólenes na atmosfera do Alentejo

De acordo com o Boletim Polínico, da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clinica, de 30 de Agosto a 5 de Setembro, em todo o Continente e nos Arquipélagos da Madeira e dos Açores. prevêem-se, em geral, níveis baixos de pólen atmosférico.

O pólen presente na atmosfera provem das ervas gramíneas, parietária, tanchagem, compostas (entre estas de Artemisia sp.) e quenopódio e das árvores eucalipto, palmeira e castanheiro.

No que diz respeito ao Alentejo, os pólenes encontram-se em níveis baixos, na atmosfera, com predomínio dos pólenes das ervas gramíneas, parietária e quenopódio.

O mais visto