Até final de 2020 Reguengos de Monsaraz terá o maior matadouro nacional

Há um ano foi exportada a primeira carne de porco portuguesa para a República Popular da China, agora são os valores a ter o destaque devido na economia portuguesa e no Alentejo em particular.

Porque em Janeiro de 2020, celebrar-se-á um ano da primeira expedição, para a China, de 270 toneladas de carne de porco, no valor de um milhão de euros.

O grupo que liderou esta operação foi Agrupalto – Agrupamento de Produtores Agropecuários, que após investimento de 4 milhões na compra do matadouro de Reguengos de Monsaraz, anuncia agora um investimento de seis milhões para transformar a Maporal, até ao final de 2020, na maior unidade de abate nacional.

As previsões de exportações de carne de porco nacional para a China, o maior produtor mundial deste produto, apontam para 100 milhões de euros este ano, e 200 milhões de euros em 2020.

O mais visto