Ativado Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Évora. Autarquia pede apoio clínico

A Comissão Municipal de Proteção Civil de Évora (CMPC Évora) ativou, esta segunda-feira, o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Évora.

Segundo a informação disponibilizada, a ativação deve-se ao “surto de COVID’19 registado no Lar da Quinta da Sizuda, com graves consequências para o estado de saúde dos utentes e trabalhadores”.

A Autarquia de Évora, refere ainda que a ativação do plano tem em conta “o impacto deste que surto pode vir a ter no concelho, verificando-se nesta fase um total de 6 casos positivos na Comunidade e 40 relacionados com os utentes e funcionários do Lar, sendo que 4 estão internados.”

Foi ainda aprovado solicitar ao Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central, em articulação com o Hospital do Espirito Santo de Évora, o seguimento clínico dos utentes, até à determinação da cura; sendo que foi ainda pedido ao Centro Distrital de Segurança Social a substituição da equipa de trabalhadores que atualmente acompanham os utentes, dado que a maioria se encontra infectada.