“Barragem do Pisão é a justificação estrutural para o desenvolvimento sustentável da região” refere porta-voz do Movimento Melhor Alentejo (c/som)

Há muitos anos que o Alto Alentejo reivindica uma solução hídrica para esta sub-região do Alentejo, sendo a Barragem do Pisão uma das medidas há muito pedida pelas entidades políticas e de defesa do território alentejano.

Uma das entidades que tem publicamente defendido a construção da Barragem do Pisão é o Movimento de Cidadania Melhor Alentejo.

Recentemente, em declarações ao ODigital.pt, Manuel Valadas, do referido movimento de cidadania, voltou a falar deste tema referindo que o Alto Alentejo “precisa imenso daquela barragem porque permitiria qualquer coisa como 13 mil hectares de regadio e iria contribuir para trazer pessoas“.

Manuel Valadas refere também que “Portalegre perdeu mais de 40% da população nos últimos 38 anos e precisa disso de uma forma extraordinária e com essa capacidade da Barragem do Pisão. Temos condições para fazer renascer a capacidade de Portalegre!”, acrescentando que “a Barragem do Pisão é a justificação estrutural para o desenvolvimento sustentável da região, alicerçado, por exemplo, entre Portalegre e a A23, em termos de via rápida, etc.”.

São este conjunto de soluções que vão fazer o Alentejo, no futuro, ter uma resposta diferente aos objectivos que têm os jovens“, concluiu o porta-voz e um dos membros fundadores do Movimento de Cidadania Melhor Alentejo.