BTL: “Começar-se a praticar o conceito de rota turística” entre Campo Maior, Elvas e Badajoz, foi defendido por Ricardo Pinheiro (c/som)

Decorre até domingo mais uma edição da Bolsa de Turismo de Lisboa, onde os municípios mostram as suas potencialidades turísticas e as empresas dão a conhecer as suas melhores ofertas turísticas.

No primeiro dia deste certame decorreu a apresentação da EUROBEC, em que estiveram presentes os autarcas de Elvas, Campo Maior e o alcaide de Badajoz.

ODigital.pt falou com Ricardo Pinheiro, Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, que começou por explicar que “a EUROBEC é um projecto que se te vindo a desenvolver há alguns anos, às vezes aos projectos é difícil sair da realidade burocrática para a realidade em que as pessoas a percebam, e de facto o que está a acontecer aqui é um bom exemplo disso.”

O autarca campomaiorense refere também que “a EUROBEC seguiu um caminho que é o turismo e a promoção turística destas três regiões, três concelhos. O grande passo que foi dado aqui, é que os funcionários públicos tanto de Badajoz como Elvas e Campo Maior sentem que neste momento têm uma estrutura conjunta a promover o turismo nestas três áreas geográficas”, acrescentando que “é extremamente importante que a máquina comece a trabalhar nesse sentido e de facto senti isso nesta Feira de Turismo de Lisboa.”

Ricardo Pinheiro revela que o alcaide de Badajoz, sugeriu esta quarta-feira que as “pessoas que chegam a Badajoz tenham uma rota em que demorem uma hora ou hora e meia e termos esse mesmo tempo em Elvas e Campo Maior e começar-se a praticar esse conceito de rota turística e a fazer-se acontecer isso já”.

O edil afirma que “eu tenho defendido, que a educação é das coisas em que devemos dar os próximos passos, o intercâmbio de estudantes entre Portugal e Espanha, entre Elvas, Badajoz e Campo Maior, é algo que deve começar a acontecer mas pela primeira vez sinto que o interesse público em relação à Eurocidade se começa a concretizar com acções como esta.”