BTL: “Em Aljustrel, não queremos ficar para trás”, diz Nelson Brito, destacando a aposta no turismo mineiro (c/som)

Decorre até domingo mais uma edição da Bolsa de Turismo de Lisboa, onde os municípios mostram as suas potencialidades turísticas e as empresas dão a conhecer as suas melhores ofertas turísticas.

Um dos municípios presentes é Aljustrel, que está a mostrar as suas potencialidades nesta que é uma das mais importantes feiras de turismo.

ODigital.pt falou com Nelson Brito, Presidente da Câmara Municipal de Aljustrel, que começou por falar da presença do município na BTL, dizendo que “primeiro que tudo isto representa o dinamismo que o turismo tem actualmente no país, e dentro do país é com regozijo que vejo a região do Alentejo com esta força e capacidade de nos promover-mos e ao mesmo tempo de mostrar aquilo que de bom temos e fazemos, não só pelas nossas paisagens, pelos vários circuitos que hoje conseguimos oferecer a quem nos visita, mas por outro lado, outra que é os nosso produtos, a nossa marca, os nosso vinhos e a nossa gastronomia.”

Nelson Brito deixa claro que “em Aljustrel, não queremos ficar para trás, temos uma marca própria, temos um pegamento à região através daquilo que é a nossa imagem rural, aquilo que é o nosso circuito gastronómico, aquilo que é o circuito natureza.”

O autarca de Aljustrel revela ainda o município irá agora apostar no “turismo mineiro, aquele que nos liga à arqueologia industrial, aquele que de alguma forma marca a diferença no Alentejo, precisamente na ligação a um passado e a uma acitivdade mineira e que nós queremos desenvolver, não só através de Aljustrel, mas através de uma rota que nos liga à faixa peritosa ibérica.”

Apesar da aposta no turismo industrial, o edil destaca ainda a “nova oferta que se está a desenvolver, e Aljustrel beneficia dessa nossa visão turística, que é a Estrada Nacional 2, que liga Portugal de lés-a-lés e que Aljustrel e o Alentejo tem uma forte participação. A Estrada Nacional 2 está a constituir-se numa oferta de vários segmentos do turismo, desde os desportos motorizados, aos desportos natureza, passando pelo património, e traz-nos uma série de segmentos de turistas muito importante.”

Questionado sobre o número de unidades turísticas e camas disponíveis em Aljustrel, Nelson Brito, refere que “temos hoje uma oferta hoteleira cada vez mais segmentada e uma oferta cada vez mais em crescendo não só no turismo rural, mas também no turismo mais urbano sedeada na sede de concelho.”