Câmara de Vendas Novas corta coletor de esgoto a empresa da cidade, por suspeita de problema ambiental

Depois de nas últimas semanas muito ser ter falado sobre um problema ambiental que se está a registar em Vendas Novas, a Câmara Municipal local anunciou uma tomada de posição relativamente a uma empresa sediada na cidade.

Segundo a informação que nos chegou, a Autarquia “aprovou, por unanimidade, a suspensão das descargas da Extraoils 4 The Future, Lda, através do encerramento do coletor de esgoto que serve a empresa.”

A edilidade indica que “a decisão terá efeitos práticos imediatos e implica que durante o período de suspensão a empresa fique proibida de lançar quaisquer quantidades de efluentes residuais industriais, sejam eles de que tipo forem, no sistema de drenagem de águas residuais domésticas de Vendas Novas”, adiantando ainda que “para poder continuar o seu processo produtivo a empresa deve encontrar alternativa que não implique o lançamento de águas industriais no sistema público de drenagem de Vendas Novas.”

Ao que sabemos, a suspensão durará até que se mostre provado, de forma inequívoca e permanente, através da realização de uma auditoria, que todas as questões que colocam em causa a qualidade ambiental local sejam resolvidas, de acordo com a legislação aplicável.

Luis Dias, Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas, explica que “após as várias tentativas para que a empresa resolvesse o problema e após a verificação da manutenção do mesmo, esta decisão teve com base os fundamentos de facto e de direito constantes das informações e pareceres técnicos e jurídicos, assumindo a Câmara Municipal que tudo fará para resolver no curto prazo o problema ambiental que afeta o nosso Concelho em nome do interesse público, do bem-estar e da saúde pública das nossas populações.”