Ciclista alentejano realiza uma “volta a Portugal solidária” para angariar fundos para o lar de Reguengos de Monsaraz

José Cebola, natural de Reguengos de Monsaraz, vai realizar de 16 de agosto a 5 de setembro uma Volta a Portugal Solidária em bicicleta para angariar donativos para a Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, que foi afetada por um surto de covid-19.

Segundo a informação disponibilizada, o percurso terá 20 etapas num total de 2.150 quilómetros e em cada localidade José Cebola terá camisolas técnicas alusivas à iniciativa para vender a todos os que quiserem apoiar a instituição.

A Volta a Portugal Solidária promovida pelo reguenguense terá igualmente disponível uma conta bancária (IBAN: PT50 0035 0681 00021326330 75) para depósito de donativos. “A vida só me preenche e só faz sentido se der o que puder de mim em prol do meu semelhante, em especial dos mais vulneráveis e, neste caso, dos nossos anciãos”, considera José Cebola.

A primeira etapa, no dia 16 de agosto, tem início em Reguengos de Monsaraz e chegada a Campo Maior. No dia seguinte o ciclista pedala até Castelo de Vide e na terceira etapa até Idanha-a-Nova.

Segue-se o percurso até à Guarda, na quinta etapa até Figueira de Castelo Rodrigo e depois pedala para Miranda do Douro. A sétima etapa será até Vinhais, a seguinte até Montalegre e depois continua para Ponte da Barca.

José Cebola prossegue a descer o país junto à costa até Viana do Castelo e na décima primeira etapa chegará a Aveiro. A paragem seguinte será na Nazaré e depois vai pedalar até Lisboa. Da capital o ciclista segue para Sines e depois até Aljezur. No Algarve, o reguenguense terá ainda chegadas em Portimão e em Vila Real de Santo António.

De regresso ao Alentejo, na décima oitava etapa da Volta a Portugal Solidária o percurso termina em Mértola, seguindo-se a etapa até Serpa. No dia 5 de setembro José Cebola vai pedalar entre Serpa e Reguengos de Monsaraz, cidade onde inicia e vai terminar a Volta a Portugal Solidária.