“Comparativo com outras cidades já classificadas” é a novidade do Dossier da Candidatura de Vila Viçosa a Património, que será entregue 1º semestre de 2019 (c/som)

Conforme foi divulgado, o executivo da Câmara Municipal de Vila Viçosa deliberou, no dia 14 de Novembro, aprovar o dossier da candidatura “Vila Viçosa, vila ducal renascentista” a Património Mundial da UNESCO.

Um dossier que está em discussão pública até ao próximo dia 31 de Dezembro. No entanto, este dossier sofreu um aditamento tal como explicou, ao ODigital.pt, o Presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa, Manuel Condenado, que começou por explicar que “os documentos estão em discussão publica até final do ano, até 31 de Dezembro, o dossier da candidatura, o plano de gestão do património e um outro documento que nós designamos de estudos históricos”, adiantando que na “na ultima reunião da câmara, em função de alguns contributos que nos chegaram de um protocolo que tínhamos assinado com uma cooperativa, especializada em estudos, fez-nos chegar um trabalho de estudo comparativo com outras cidades já classificadas património”, que passou a fazer parte do dossier.

Manuel Condenado adiantou-nos que irá realizar-se “uma reunião das comissões executiva e cientifica e também dos nossos parceiros institucionais, no dia 5 de Janeiro do próximo ano, na Pousada em Vila Viçosa, para recolher mais alguns contributos dessas personalidades que vão participar na reunião para que, numa reunião, no início de Janeiro possamos aprovar definitivamente os documentos para os entregar na UNESCO. “

Sobre o apoio já demonstrado a esta candidatura por parte do Presidente da República, o edil refere que “é importante que o Senhor Presidente da Republica se reveja e que pelas suas palavras nos dê ânimo também no sentido de fazermos o nosso melhor e também a própria Fundação da Casa de Bragança é um parceiro estratégico, que nos tem apoiado e nos tem estimulado, de forma que, penso que estão reunidas todas as condições, pelo documento, pela riqueza patrimonial que temos, pelos apoios com que contamos de facto, para termos sucesso neste grande desidrato e neste grande projecto para Vila Viçosa.

Questionado sobre os próximos passos após a conclusão da discussão pública, Manuel Condenado explicou que “após a discussão pública, vamos avançar para a edição dos documentos, previamente sendo traduzidos alguns deles para inglês, e depois de estarem editados vamos entrega-los de facto na UNESCO e enfim esperar…”

Sobre uma possível data para entrega do documento, o autarca Calipolense não se comprometeu, dizendo apenas que “vamos entregar eventualmente no primeiro semestre do ano para que, se o Estado Português entender possa avançar com a nossa candidatura junto da UNESCO.”

Recomendado