Covid-19: AHRESP confirma que maioria das empresas de alojamento e de restauração está em desespero

De acordo com um novo inquérito feito pela AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, a maioria das empresas de alojamento e de restauração não está a facturar e não dispõe de quaisquer recursos para sustentar a actividade.

A AHRESP realizou este inquérito entre 30 de Abril e 4 de maio de 2020, com 1.722 respostas válidas. Como consequência da ausência de facturação e de recursos, 32% das empresas não conseguiram pagar os salários a 30 de Abril, e 12% apenas conseguiu pagar uma parte.

Pode aceder ao recurso Betting tips e assim poderá ter um nova solução

A perspectiva de curto prazo é avassaladora, com 60% das empresas a estimarem zero vendas no mês de maio, e 27% admitem mesmo avançar para a insolvência. Cerca de 70% assumem que não vão conseguir pagar salários este mês, caso o apoio do Lay-off não chegue a tempo, e 18% admite que não vai conseguir manter a totalidade dos postos de trabalho até ao final do ano.

Os dados referentes ao mês de Abril revelam um quadro muito preocupante para estas actividades económicas, pois cerca de 80% estiveram encerradas e não tiveram qualquer facturação.

No caso específico do Lay-off, apesar de 59% das empresas terem recorrido a este mecanismo, 77% aplicaram o regime à totalidade dos seus trabalhadores. Mais preocupante é o facto de 76% não terem recebido o apoio até à data de 30 de Abril.

Esta informação também lhe pode interessar: https://casino-frank.pt/jogos

O mais visto