Covid-19: Autoridades já apanharam mais de 1600 pessoas em lojas sem máscara

Seis dezenas de pessoas já foram multadas por circularem nos transportes públicos sem máscara ou viseira e mais de 1600 foram apanhadas em lojas sem esses equipamentos desde o início da Situação de Calamidade, altura em que passou a ser obrigatório o uso de máscara.

A informação acaba de ser avançada pelo Ministério da Administração Interna, que refere que, “até ‪ao final do dia de ontem, as forças de segurança aplicaram 60 coimas por incumprimento do uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes colectivos de passageiros. Esta contraordenação é punida com coima que pode ir dos 120 aos 350 euros.”

Pode aceder ao recurso Betting tips e assim poderá ter um nova solução

O Ministério adianta ainda que “foram também detectadas 1.698 situações de incumprimento do uso obrigatório de máscaras ou viseiras em espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços.”

“No mesmo período, foram encerrados 262 estabelecimentos e suspensas 51 actividades por incumprimento das normas definidas”, revelou ainda o Ministério da Administração Interna.

Neste período, foram ainda detidas 20 pessoas por crime de desobediência, das quais 14 por desobediência à obrigação de confinamento, 2 por desobediência ao encerramento de instalações e estabelecimentos, 1 por desobediência às regras de funcionamento do comércio a retalho e prestação de serviços e 3 por resistência/coação.

Esta informação também lhe pode interessar: https://casino-frank.pt/jogos

O mais visto