Covid-19: DGS diz que “não existe evidência científica” para recomendar a utilização de produtos biocidas desinfectantes nas ruas

Foto: D.R.

Apesar de vários municípios já terem avançado para a desinfecção da via pública, a Direcção Geral da Saúde (DGS) emitiu, esta quarta-feira, uma nota onde refere que “não existe evidência científica quanto à recomendação da utilização de produtos biocidas desinfectantes de superfícies (TP2)”.

A DGS começa por referir que “no âmbito da infecção pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2), têm vindo a ser desenvolvidas medidas de saúde pública que respondam à fase de propagação do vírus. É importante salvaguardar o acesso a informação de qualidade e validada cientificamente pelas autoridades competentes”, acrescentando que “no que concerne a medidas de limpeza e desinfecção de espaços públicos, nomeadamente de ruas, importa referir que, ao momento não existe evidência científica quanto à recomendação da utilização de produtos biocidas desinfectantes de superfícies (TP2) para este efeito.”

Pode aceder ao recurso Roleta online gratis e assim poderá ter um nova solução

Na nota publicada, a DGS salienta que “existem actualmente, inúmeros destes produtos biocidas, notificados a esta Direcção-Geral, designadamente contendo como substância ativa o hipoclorito de sódio em concentração de 0,05%v/v, produtos estes que podem ser adquiridos no mercado nacional. Importa que seja solicitada ao fornecedor cópia integral da notificação efectuada à Direcção-Geral da Saúde. Nessa cópia (diferente para cada produto notificado) encontram-se todas as informações necessárias e suficientes para a utilização desse produto, para além de funcionar como prova da legalização do mesmo no mercado Português.”

Mas deixa claro que “qualquer produto biocida desinfectante tem os seus perigos/riscos (incluindo para os aplicadores e para o ambiente) que têm de ser bem ponderados; daí a utilização criteriosa dos mesmos, em função das especificações de cada um”, destacando que “não existe evidência, neste momento, para a recomendação da utilização desses produtos biocidas para a desinfecção de espaços públicos exteriores, nomeadamente de ruas.”

No entanto a DGS, “continua, como sempre, a ser recomendada a higienização/limpeza desses espaços públicos”, concluindo que “a melhor forma de protecção é seguir as medidas de prevenção da transmissão e protecção explanadas nas orientações publicadas por esta Direcção-Geral.”

Esta informação também lhe pode interessar: https://frank.casino-navegador.com/jogos-gratis/super-wheel

O mais visto