Covid-19: Governo fixa, excepcionalmente, o preço do gás engarrafado

Nas últimas semanas tem-se assistido a um aumento acentuado do preço do gás, nomeadamente do gás em garrafa.

O Ministro do Ambiente e da Acção Climática, João Pedro Matos Fernandes, e o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira assinaram hoje, 16 de Abril, um despacho que estabelece um regime excepcional e temporário de fixação administrativa de preços de Gás de Petróleo Liquefeito (GPL) engarrafado.

O despacho institui a fixação de preços máximos para o GPL engarrafado, em taras standard em aço, durante o período de vigência do estado de emergência.

A necessidade desta actuação preventiva surge face ao aumento da margem de comercialização praticada pelos operadores retalhistas, em contraciclo com a evolução dos preços dos derivados nos mercados internacionais.

Os preços máximos resultantes da aplicação deste despacho, a vigorar durante o mês de Abril, são:

– 22 euros para a garrafa de 13kg de GPL Butano (tipologia T3) -1,692 €/kg;

– 22,24 euros para a garrafa de 11kg de GPL Propano (tipologia T3) – 2,022 €/kg;

– 81,05 euros para a garrafa de 45kg de GPL Propano (tipologia T5) – 1,801 €/kg.

O despacho determina ainda que, no caso de alterações relevantes das cotações internacionais, identificadas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, poderão ser estabelecidos novos preços regulados a aplicar aos dias remanescentes do mês em curso, através de novo despacho.