Doentes esperaram mais de 8 horas, este sábado, para serem atendidos nas urgências do Hospital de Portalegre

Este fim-de-semana, os tempos de espera nos hospitais do Alentejo voltaram a ultrapassar em muito o tempo previsto no sistema utilizado pelo Serviço Nacional de Saúde.

O caso mais grave registou-se no Hospital de Portalegre, onde os doentes tiveram de esperar mais de oito horas para serem atendidos por um médico nas urgências do hospital.

De acordo com o portal do Serviço Nacional de Saúde, este sábado pouco depois das 22h30, os tempos de espera no Hospital de Portalegre ultrapassaram as 08h49m para quem tinha pulseira verde e as 03h29 para quem tinha pulseira amarela. Já na madrugada de domingo, cerca das 02h15, o tempo de espera aumentou para quem tinha a pulseira amarela, 05h24 e diminuiu para os doentes com pulseira verde, 06h06.

No Hospital de Évora, os tempos de espera estavam mais baixos, mas ainda assim acima do recomendado, às 22h37, quem tinha pulseira amarela teve de esperar 03h38. De madrugada (02h13m) que tinha pulseira verde esperava 03h39m e quem tinha pulseira amarela teve de esperar 03h10m.

Já esta manhã, os tempos de espera em ambos os hospitais estavam normalizados.

Recordamos que, de acordo com o sistema instalado no Serviço Nacional de Saúde, após a triagem o tempo médio de espera deverá ser de 2 horas para possuidores de pulseira verde, 1 hora para pulseira amarela, 10 minutos para pulseira laranja.