Empresa de Portalegre pede insolvência do Sporting Clube de Portugal, por alegada divida de 2,8 milhões de euros

Uma empresa alentejana interpôs no Juízo de Comércio da Comarca de Lisboa, um pedido de insolvência da SAD do Sporting por alegada dívida de 2,8 milhões de euros.

Trata-se da empresa Socas Investiment, do empresário José Fouto e sedeada em Portalegre, no Alto Alentejo. Uma empresa de agenciamento de jogadores, organização de  eventos desportivos, que faz também a assessoria de clubes e futebolistas, entre outras atividades na área do desporto.

Segundo avança a imprensa desportiva, “em causa estará o não pagamento de comissões relativas à transferência do lateral-direito Cristiano Piccini, dos leões para o Valência; à operação da saída de Nani, a custo zero, também do Valência, a quem estava contratualmente ligado, para o emblema verde e branco e à transferência de William Carvalho para o Bétis.”

O mais visto