Empresa pioneira na produção de papoila no Alqueva termina com a actividade em Portugal

No ano de 2016 foi anunciado um grande projecto de produção de Papoila do Ópio (Papaver somniferum), em Alqueva, no entanto, em 2018 não se registou qualquer plantação desta planta.

O excesso de oferta deste produto no mercado mundial terá sido um dos factores que terá ditado o fim do investimento em Portugal.

O anúncio foi agora feito pela Direcção de Serviços de Desenvolvimento Agroalimentar e Rural, que dá conta que a empresa Escocesa Macfarlan Smith Limited – Sucursal em Portugal, cessou a partir de Dezembro de 2018 a sua actividade de cultivo e produção da cultura da Papoila do Ópio (Papaver somniferum), em Portugal.

Recordamos que esta empresa foi pioneira na plantação de papoilas do Ópio nos campos do Alqueva, e pretendia, na altura, construir uma fábrica para transformação da matéria-prima, numa primeira fase, seria cerca de 4 milhões de euros de investimento.