Évora: Novo hotel “vai criar postos de trabalho e vai criar uma dinâmica que não existia”, disse Sec. de Estado do Turismo

Conforme noticiámos, foi assinado, esta sexta-feira, o contrato de concessão da Quinta do Paço de Valverde, no âmbito do Programa Revive.

A sessão de assinatura do contrato de concessão contou com intervenções de Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora, Rita Marques, Secretária de Estado do Turismo e Shahenaz Sadruin Ibrahim Ali, Diretora da SABIR Investimentos, empresa a quem foi concessionado o imóvel.

Em declarações à imprensa, a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, começou por falar neste investimento em Évora em tempo de pandemia, tendo referido que “temos que ter esperança no futuro, o turismo de fato parou e tem vindo a retomar a atividade, mas ainda assim acreditamos que no futuro a situação se possa resolver e portanto é importante continuar a acarinhar estes investimentos”.

Já sobre os investimentos que tem sido feitos no interior do país e novamente no Alentejo, a Governante destaca o fato de “este ano tivemos várias tendências que se agudizaram, uma delas tem a ver justamente com o turismo natureza, o turismo em locais como este mais recatados e, este é um investimento que só por si responde a essa tendência do turismo”.

Já sobre o valor do investimento previsto, bem como da concessão, Rita Marques refere que “estimamos aqui um investimento na ordem dos 4 milhões de euros, já nível de renda nós estamos a falar de 22 mil euros por ano que é um valor superior ao fixado no concurso, que foi de 10.000 euros por ano, e portanto é uma renda não muito expressiva, mas o que importa mesmo é o investimento privado e neste caso é importante, porque vai criar postos de trabalho e que vai criar aqui uma dinâmica que não existia até então”.

Há outros imóveis no Alentejo que integram o programa Revive, mas que ainda não têm concurso lançado, quando questionada sobre estes imóveis, Rita Marques salienta que “estamos a trabalhar a todo o gaz e eu espero que até o final do ano podermos lançar outros concursos Revive, tanto aqui no Alentejo, como noutros locais país”.

Concluiu fazendo um pequeno balanço ao programa Revive, referindo que “até o momento já temos 22 concessões lançadas, sendo que no total temos cerca de 138 milhões de euros de investimento consagrado nestes estes vários projetos e temos aqui uma estimativa de criação de postos de trabalho na ordem dos uma centena e portanto é um programa de sucesso tem tido muito interesse tem suscitado muito interesse por parte dos operadores económicos”.

Read more...
Read more...