Governo abre 1200 vagas para a GNR, PSP e SEPNA

Foram hoje publicados em Diário da República três despachos, dos ministros da Administração Interna e das Finanças, que permitem a abertura de concursos externos com vista à admissão de mais 1200 elementos para os quadros de pessoal da Polícia de Segurança Pública (PSP), Guarda Nacional Republicana (GNR) e Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR.

De acordo com nota do Ministério da Administração Interna, “no caso da PSP, o concurso prevê o preenchimento de 600 vagas para admissão ao Curso de Agentes. Relativamente à GNR, o concurso visa, também para este ano, a admissão de 400 lugares para o Curso de Formação de Guardas.”

“No caso do SEPNA, e em cumprimento da política de reforço do pilar da prevenção em matéria de Defesa da Floresta Contra Incêndios, o procedimento concursal hoje publicado prevê o preenchimento de 200 postos de trabalho da carreira e categoria de guarda-florestal. Desde 2006 que não era aberto qualquer concurso de admissão para esta carreira”, acrescenta o Ministério.

Com estas novas admissões, o executivo dá cumprimento à política de reforço do número de efectivos nas forças de segurança (PSP, GNR), com aumento de mais 4.162 elementos, o que representa mais 1850 novos efectivos entre 2016/2019 por comparação com o período de 2012/2015.

Recomendado