Governo aprovou apoios a quatro entidades alentejanas para construção de centros de recolha oficial de animais

O governo português aprovou recentemente apoios para 17 Centros de Recolha Oficial de animais de companhia.

Serão dezassete entidades, entre as quais quatro alentejanas, que vão ser apoiadas com um montante total de perto de 1 milhão de euros para a construção ou modernização de Centros de Recolha Oficial de animais de companhia.

Das entidades apoiadas, 14 são municípios, 2 Comunidades Intermunicipais e 1 Associação de Municípios que concorreram ao programa de concessão de incentivos financeiros previsto no Orçamento do Estado para 2018: Fronteira, Vouzela, Nelas, Alandroal, Sousel, Oliveira de Frades, Castro Daire, Alijó, Terras de Bouro, Carregal do Sal, Trancoso, Valpaços, Pedrogão Grande, Tondela, Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral e Agrupamento de Municípios de Castelo de Paiva e Cinfães.

Segundo o comunicado do governo, “as cinco Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), após emissão de parecer da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), analisaram as candidaturas apresentadas e a Direcção-Geral das Autarquias Locais (DGAL) hierarquizou os projectos, de acordo com o procedimento previsto no Despacho n.º 3321/2018.”

O total do investimento elegível ascende a 3 962 537,79 euros, sendo a comparticipação de 975 318,91 euros para estes 17 projectos, atendendo aos valores máximos de apoio financeiro previstos. Os projectos seleccionados vão agora celebrar contratos-programa no âmbito da Cooperação Técnica e Financeira entre a administração central e o sector local.

Veja de seguida o video dos os projetos para Alandroal e Sousel:

Recomendado