Governo fixa Zona Especial de Protecção do Complexo Arqueológico dos Perdigões, em Reguengos de Monsaraz

No início deste ano, o Conselho de Ministros aprovou o decreto que classifica como sítio de interesse nacional, com a designação de “monumento nacional”, o Complexo Arqueológico dos Perdigões, no Monte dos Perdigões, concelho de Reguengos de Monsaraz.

O Governo fixou agora a Zona Especial de Protecção e as restrições aplicáveis ao Complexo Arqueológico dos Perdigões, classificado como sítio de interesse nacional e designado como “Monumento Nacional”.

A fixação desta zona visa salvaguardar o sítio no seu contexto global, garantindo a conservação das perspectivas de contemplação existentes, e definindo a área de sensibilidade arqueológica julgada adequada para o local em causa.

Com a fixação da Zona Especial de Protecção, a zona fica sujeita a algumas restrições, como “apenas são admitidos trabalhos relacionados com a investigação, a conservação ou a valorização do sítio classificado; e “é criada uma área de sensibilidade arqueológica, correspondente a todo o sítio classificado, conforme planta constante, da qual faz parte integrante, em que qualquer intervenção, mesmo de natureza agrícola, com impacte a nível do subsolo, deve ser antecedida de uma acção de diagnóstico.”