Governo vai leiloar 1350 megawatts de produção por energia solar em Estremoz, Portalegre e Castelo Branco

O Ministro do Ambiente e da Transição Energética, Matos Fernandes, anunciou recentemente que vão leiloados 1350 megawatts de produção por energia solar, sendo “os principais pontos de ligação à rede ficam nas zonas de Portalegre, Estremoz, Castelo Branco”, referindo também que assumam “por completo os custos de ligação à rede, não onerando o conjunto dos consumidores» poderão fazer os seus projectos «sem entrar no leilão”.

Matos Fernandes afirmou que “queremos, até 2030, investir seis mil milhões de euros para multiplicar por nove a capacidade de geração de electricidade a partir de fonte solar, afirmou Matos Fernandes, acrescentando que «este investimento é todo de privados”.

O leilão contemplará “duas formas: uma é a de produção através de uma tarifa fixa sempre abaixo do custo de mercado, a outra é a da produção a custos de mercado mas com uma contribuição para o sistema elétrico nacional”, disse o Ministro.

“A produção de electricidade a partir de fonte solar é hoje a mais barata das formas de produção a partir de fontes renováveis, com custos claramente abaixo do preço de mercado e, por isso, não faz qualquer sentido que essa produção seja paga a custo de mercado”, afirmou.

O mais visto