Hospital de Évora: Médico estaciona no lugar para deficientes. Utentes denunciam e Administração diz desconhecer

Numa altura em que as unidades de saúde estão sob grande pressão e sob o escrutínio da comunidade, há situações que poderá já ocorrer antes da pandemia, mas que agora são denunciadas.

Nas últimas semanas ODigital.pt tem recebido várias mensagens a denunciar o facto do lugar de estacionamento para pessoas com deficiência, no parque do próprio Hospital do Espírito Santo, estar quase sempre ocupado por viaturas não pertencentes a pessoas com deficiência e alegadamente por uma viatura pertencente a um profissional de saúde deste hospital.

De acordo com uma das utentes que nos denunciou a situação, uma das viaturas que está constantemente no lugar para deficientes pertence alegadamente a um director de um dos serviços do hospital. A mesma fonte refere que “já denunciamos a situação ao segurança e este já informou o Conselho de Administração, várias vezes e este nada faz e inclusive pelo que o segurança já interpelou o proprietário da viatura e este ter-lhe-á dito “chame o reboque”.” Esta utente que nos denunciou a situação refere ainda que “já liguei para a PSP, mas responderam-me que nada podem fazer por ser um estacionamento dentro do hospital”.

ODigital.pt contactou o Hospital de Évora que diz desconhecer a situação, afirmando que “até ao momento, não foi recepcionada nenhuma informação sobre esse assunto no Conselho de Administração (CA), nem consta em nenhum dos relatórios dos seguranças o registo de estacionamento indevido no lugar dos deficientes, da parte de nenhum profissional do HESE.”

Da parte do Hospital de Évora é ainda referido que “na verdade, os lugares de estacionamento são reduzidos face ao número de funcionários do HESE que aí pretendem estacionar, e, por esse motivo, estamos a desenvolver um projecto de requalificação dos estacionamentos que ficou suspenso durante o período da pandemia e que retomaremos assim que possível”, mas o Hospital deixa claro que “pugnamos pelo cumprimento das regras estabelecidas para utilização do estacionamento do HESE, quer pelos profissionais, corporações de bombeiros ou visitantes/utentes com autorização para situações excepcionais de estacionamento.”

No esclarecimento que nos foi remetido, o Hospital conclui referindo que “caso exista uma notificação, do conhecimento do CA, relativa a qualquer tipo de incumprimento, serão tomadas as medidas adequadas à situação.”

O mais visto