Judiciária deteve em Évora homem de 30 anos que conduzia com carta falsa

A Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora, identificou e deteve, em flagrante delito, um homem, com 30 anos de idade, por fortes indícios da prática de crime de falsificação de título de condução e condução de veículo sem habilitação legal, na cidade de Évora.

Segundo a PJ, “no decurso da investigação apurou-se que o detido, após obter de modo fraudulento uma carta de condução em país africano, enquanto aguardava a emissão do título de condução nacional, utilizava uma guia de condução provisória para a condução de veículos automóveis, sem para tal se encontrar habilitado.”

O detido foi presente à autoridade judiciária competente que lhe aplicou a medida de coação de termo de identidade e residência.

A Polícia Judiciária prossegue as investigações, no sentido de apurar a natureza e a extensão das conexões criminosas.