Mercado abastecedor de Évora registou aumento de 18,6% nos lucros, em 2018

O Grupo SIMAB – Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores, gestora do MARÉ, indicou que o mercado eborense “encerrou o exercício de 2018 com um resultado líquido positivo de 160,8 mil de euros”, um aumento de 18,6% do valor registado no período homólogo de 2018.

O Grupo SIMAB explica ainda, citando as contas do MARÉ relativas a 2018, recentemente aprovadas, o EBITDA (resultados antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) totalizou 440,2 mil euros, ancorado “num aumento do volume de negócios”.

O MARÉ melhorou “os seus resultados líquidos” e “uma dívida praticamente inexistente”. Inclusive informar-se que emprestou “verbas significativas à SIMAB”, resumiu o presidente do conselho de administração do mercado de Évora, Rui Paulo Figueiredo, nos documentos de prestação de contas.

Ou seja, “reforçou a sua rentabilidade operacional e a solidez da sua estrutura financeira”, que resulta de uma “gestão rigorosa dos gastos operacionais, reforço de áreas essenciais ao bom funcionamento do mercado e da dinâmica promocional e comercial introduzida”.

O Mercado Abastecedor da Região de Évora integra a SIMAB, empresa pública que presta serviços de concepção, instalação, revitalização e modernização de mercados abastecedores e municipais e de apoio à respectiva gestão.

A par da SIMAB (66,85%), o MARÉ tem na sua estrutura societária a Câmara de Évora, Associação dos Operadores do Mercado Abastecedor de Évora, Associação dos Agricultores do Distrito de Évora, a Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Produção e o Centro de Inovação Empresarial do Alentejo.