Montemor-o-Novo: “Fim do Fim” no palco do Cineateatro Curvo Semedo, esta quinta-feira

É já esta quinta-feira que a Associação cultural Alma d’Arame e a Companhia João Garcia Miguel vão apresentar a coprodução “O Fim do Fim”, às 21h30, no Cineteatro Curvo Semedo, fechando assim, a sua participação no Mês do Teatro de Montemor-o-Novo, a decorrer até dia 31 de outubro.

“O Fim do Fim” é uma coprodução da Associação cultural Alma d`Arame e da Companhia João Garcia Miguel, que aborda a “constante tensão” entre o mundo real e o mundo sonhado. Na peça, os dois encenadores, Amândio Anastácio e João Garcia Miguel, cruzam em palco as suas capacidades num tema algo indefinível que é a tensão entre dois mundos, sob o espetro do fim. “O fim assalta-nos. O fim de todas as coisas que nos deixaram, que aprendemos, que construímos parece iminente. Vivemos a angústia do fim como quem sobe uma montanha”.

Foi a partir dessa montanha que as duas entidades encontraram novos diálogos e linguagens, que agora levarão a cena, num espetáculo que fala sobre as constantes mudanças do meio ambiente e da premente mudança do meio pessoal.

Com ideia inicial de Amândio Anastácio, diretor artístico da Alma d´Arame e texto de João Garcia Miguel, a encenação e espaço cénico são da autoria de ambos, a interpretação é criada por Duarte Melo e Paulo Quedas,  música concebida por João Bastos e os figurinos da autoria de Rute Osório de Castro.

A entrada para o espetáculo é gratuita, sendo possível adquirir os ingressos na bilheteira online.