Município de Borba recebe programa para inclusão social de crianças e jovens de etnia cigana

O Município de Borba, no distrito de Évora, irá integrar a 7.ª Geração do Programa Escolhas, tendo o protocolo sido assinado na passada semana em Lisboa.

Uma cerimónia em que esteve presente a Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, e da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro. O Evento, que reuniu as equipas dos 103 projetos aprovados para a 7.ª Geração Escolhas, contou ainda com a presença do Alto-comissário para as Migrações e Coordenador Nacional do Programa Escolhas, Pedro Calado, e da Vogal do Conselho Directivo do Alto Comissariado para as Migrações (ACM), Romualda Fernandes.

Para esta 7.ª geração do Programa Escolhas, prevê-se envolver 23 883 participantes, 5 795 imigrantes ou descendentes de imigrantes e 4 464 pessoas ciganas.

O Município de Borba enquanto entidade promotora centrou a sua candidatura na dinamização comunitária, participação e cidadania.

Segundo a informação que nos chegou, “o programa irá abranger participantes directos e indirectos, sendo que, constituem-se como participantes directos as crianças e jovens entre os 6 e os 25 anos, provenientes de contextos mais vulneráveis, nomeadamente crianças e jovens ciganos(as).”

Do consórcio fazem parte as seguintes entidades: o Município de Borba enquanto entidade promotora, a Associação de Desenvolvimento Montes Claros que será a entidade com função de gestão e, de acordo com as problemáticas identificadas e os objectivos definidos, são parceiros a Administração Regional de Saúde, ACES – UCC de Borba, a Guarda Nacional Republicana e o Agrupamento Escolar de Borba, que se constituem como pilares fundamentais para que se alcancem os objectivos deste programa.