Município de Portalegre substitui e repara mais de duas centenas de equipamentos de recolha de resíduos urbanos

Tendo em conta as várias medidas ambientais, tomadas por todo o país, em torno da recolha de resíduos sólidos urbanos, o Município de Portalegre iniciou um conjunto de medidas que vista o melhoramento do serviço de recolha de resíduos.

A autarquia de Portalegre tem em curso uma operação de remodelação de equipamentos de contentorização de resíduos urbanos, que visa a limpeza, substituição e reparação de contentores e ecopontos e, pontualmente, o reforço em situações consideradas necessárias.

Segundo a informação disponibilizada, “no caso das ilhas ecológicas, localizadas em locais estratégicos, de forma de dignificar o espaço público, a intervenção será feita não apenas ao nível da superfície, com a reparação e limpeza de 97 equipamentos de recolha selectiva (vidro, plástico/metal, papel/cartão) e indiferenciada (lixo), mas também no subsolo, onde foram detectadas algumas anomalias de funcionamento.”

“No que diz respeito aos contentores de resíduos sólidos indiferenciados, a câmara adquiriu 115 novos, prevendo desde já a sua substituição em todo o concelho, para fazer face a inúmeras situações de equipamentos danificados”, acrescenta ainda a edilidade.

Também na limpeza e manutenção urbana, há novos carrinhos de varredura, apetrechados com um kit completo de ferramentas, a começar a circular durante esta semana.

Recomendado