Município de Redondo aprovou obra que ronda os 300 mil euros, para construir passadiço de madeira na Serra D’Ossa

Num investimento que ronda os 300 mil euros, o Município de Redondo aprovou esta semana, em reunião de câmara, a construção de um passadiço na Serra D’Ossa.

Será um novo percurso pedestre com um passadiço em madeira para cativar turistas, mostrar a região ao mundo e dinamizar a economia local.

A informação foi avançada ao ODigital.pt, pelo Presidente da Câmara Municipal de Redondo, António Recto, que nos começou por dizer que, a Serra D’Ossa “só por si já é um produto turístico e por isso tem havido forte investimento, tanto por parte da câmara como de alguns privados, na Serra d’Ossa virado para o turismo natureza e aquilo que aprovámos ontem [20 de Novembro] é um percurso pedonal que liga a Aldeia da Serra a uma Ermida que está encastrada na Serra de Ossa, que é o Monte Virgem.”

O Autarca revela que “é um percurso pedonal que tem uma componente em madeira na ordem dos 770 metros lineares”, acrescentando que “estamos convencidos de que é uma mais-valia para esta região, e lá estou eu a falar mais uma vez ao nível da região, até porque passadiços de madeira em meio rural ou neste caso ligado ao turismo natureza nós não temos nenhum dentro do distrito de Évora. Vai ser o primeiro a nascer, esperamos que seja um êxito e que esteja a funcionar durante o próximo verão. A gente nunca pode garantir estas coisas, havendo esta dificuldade por parte das empresas e temos dificuldades em encontrar quem queira fazer obras, mas estou convencido de que são obras com algumas especificidades e vão aparecer concorrentes.”

O Edil redondense conclui dizendo que o concurso será lançado “na próxima semana, entrará na plataforma e depois vamos aguardar.”

Recomendado