Município de Reguengos de Monsaraz assina protocolo para desenvolvimento no concelho de um novo modelo de cuidados de saúde domiciliados

O Município de Reguengos de Monsaraz assinou um acordo de parceria com a DECSIS – Sistemas de Informação para a implementação do projeto isAlice (Ageing Longer: Intelligent Care Environment).

A intervenção isAlice tem como objetivo o desenvolvimento no concelho de um novo modelo de cuidados de saúde domiciliados, com recurso à IoT (Internet das Coisas) e à inteligência artificial, obtendo-se um novo paradigma na prestação de cuidados para a população sénior através da ativação dos meios mais eficientes de cuidados para cada caso. Desta forma pretende-se promover o bem-estar das populações dependentes através da domiciliação de cuidados continuados e integrados.

Segundo a informação que nos chegou, “o isAlice visa implementar um modelo integrado de apoio à intervenção e processos de trabalho dos cuidadores, com elevada intensidade tecnológica e com geração de conhecimento no processamento automático de dados, complementando-se com uma estratégia de monitorização remota dos casos em que se justifique. Com este projeto pretende-se também colmatar a lacuna existente entre as pessoas dependentes e as estruturas de saúde e sociais, com recurso ao Plano Individual de Cuidados centrado no doente e no cuidador.”

A preparação dos cuidadores será efetuada com abordagens que conjugam capacitação por cursos desenvolvidos em ambiente laboratorial com simulação de alta fidelidade, vídeos de demonstração acessíveis em todas as plataformas e estratégias de aptidão psicossocial através de entrevistas com os cuidadores. Para o desenvolvimento do projeto, o Município de Reguengos de Monsaraz vai promover o envolvimento de outras entidades do concelho.

O isAlice foi desenvolvido durante mais de uma década pela Escola Superior de Enfermagem S. João de Deus da Universidade de Évora e é financiado pelo programa Portugal 2020.