Percentagem de água no solo continua abaixo dos 20%, no Alentejo

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o Outubro de 2019 classificou-se como normal em relação à temperatura do ar e seco em relação à precipitação.

O valor médio da temperatura média do ar em Portugal continental, 16.75 °C, foi superior ao valor normal em 0.54°C. O valor médio da temperatura máxima do ar foi de 22.42°C, 1.19°C superior ao valor normal e o valor médio da temperatura mínima do ar, 11.08°C, foi inferior ao normal em 0.11 °C .

O valor médio da quantidade de precipitação em Outubro corresponde 81% do valor normal mensal. De destacar que apesar do valor total mensal em Portugal continental ser inferior ao normal, verificou-se uma forte variabilidade espacial na distribuição da precipitação. Os valores registados em grande parte da região Noroeste foram superiores ao normal e na região Sul os valores foram inferiores. Durante o mês verificou-se que até dia 12 não ocorreu precipitação em todo o território de Portugal continental.

No final do mês Outubro verificou-se um aumento dos valores de percentagem de água no solo, em relação ao final de Setembro, que foi mais significativo em alguns locais das regiões do Norte e Centro. Nas regiões do Noroeste os valores estão mesmo próximos ou iguais à capacidade de campo. Em alguns locais da região do Vale do Tejo e nas regiões do Alentejo e Algarve os valores continuam inferiores a 20 %.

De acordo com o índice PDSI, no final Outubro, houve um desagravamento da situação de seca

meteorológica nas regiões do Norte e Centro. Na região Sul mantém-se a situação de seca meteorológica. Deste modo, no final de Outubro, cerca de 36% do território mantém-se em situação de seca severa e extrema.