Redondo: Inaugurada a Feira de São Francisco, que “continua a ser uma feira tradicional, e que faz parte do calendário regional”, afirma autarca (c/som e fotos)

Até ao próximo dia 6 de Outubro, a vila de Redondo, no distrito de Évora, recebe mais uma edição da Feira de São Francisco.

Um certame que para além da sua forte componente comercial e lúdica integra ainda a Mostra de Produtos Regionais, uma Mostra de Artesanato e uma mostra agropecuária.

A abertura ocorreu na manhã desta sexta-feira, em que marcou presença o Presidente da Câmara Municipal de Redondo, António Recto, bem como o restante executivo camarário.

ODigital.pt esteve presente falou com o Presidente da Câmara Municipal de Redondo, António Recto, que começou por dizer que “continua a ser uma feira tradicional, faz parte do calendário regional tal como a Feira dos Santos, são feiras muito semelhantes”, acrescentando que “temos procurado ao longo dos anos melhorar e criar outros atractivos para enriquecer durante três dias esta feira. Temos conseguido, é um produto que não está acabado, temos melhorado todos os anos, hoje mesmo sendo um dia de trabalho a feira já se está a compor, tenho a certeza que amanhã ( e não por ser feriado de 5 de Outubro, mas tendo em conta que à tarde há corrida de touros) o Redondo vai estar cheio, como é habitual, de pessoas a visitar a feira e também a assistir à corrida de touros que eu espero que esgote, como é lógico.”

Questionado sobre o facto desta feira contar com uma forte componente de produtos locais, entre o artesanato e a agricultura, o autarca referiu que “a exposição dos animais, onde está a decorrer um concurso, é só de “île de France” que vai a concurso, mas isto começou por ter 200m2 e neste momento tem 600m2”, salientando que “isto é demonstrativo da evolução que a feira tem tido e também a própria adesão que os produtores têm tido para com a própria feira ao trazerem para aqui os animais, para estarem aqui expostos e até se têm feito alguns negócio e ainda bem que assim é porque temos aqui uma variedade de animais razoável e em que vamos desde as aves, está aqui tudo. Uma coisa que não é muito habitual ver-se em feiras desta natureza, como por exemplo uma exposição de porco alentejano como aqui está também bem representada por parte de um produtor que faz parte da associação de produtores de porco alentejano”.

O autarca concluiu dizendo que “tudo isto são elementos que são atrativos, mas não deixam de ser promocionais e de mostrar esta componente agrícola desta região que tem um peso enorme na nossa economia e é isso que pretendemos, aproveitar este período da feira para promove a região a nível agrícola, principalmente nos diversos tipo de exploração.”