Reguengos de Monsaraz recebe Conferência Mundial de Enoturismo, em Outubro de 2020

O Município de Reguengos de Monsaraz anunciou esta semana, que a 5.ª Conferência Mundial de Enoturismo vai decorrer de 15 a 18 de Outubro de 2020 em Reguengos de Monsaraz.

Este evento promovido pela Organização Mundial de Turismo reúne especialistas para analisar o sector do Enoturismo a nível mundial, debater as suas problemáticas e apontar estratégias para o desenvolvimento do turismo de vinhos.

José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, recebeu no Chile durante a quarta edição deste encontro mundial de enoturismo o testemunho que confirma a realização do evento em Portugal no próximo ano, nomeadamente uma ânfora que simboliza a decisão da Organização Mundial de Turismo. Nesta edição, que se realizou entre os dias 3 e 6 de Dezembro no Vale de Colchagua, em Santa Cruz, a autarquia esteve acompanhada por responsáveis do Turismo de Portugal, da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo e da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo.

O concelho de Reguengos de Monsaraz tem actualmente cerca de quatro mil hectares de vinhas e integra 11 produtores de vinho, nomeadamente a CARMIM, Esporão, Casa de Sabicos, Ervideira, Monte dos Perdigões, Adega José de Sousa, Luís Duarte Vinhos, Adega do Calisto, Monte das Serras, Elite Vinhos e São Lourenço do Barrocal, que em conjunto produzem anualmente mais de 25 milhões de litros de vinho. Os enoturismos do concelho recebem cerca de 50 mil visitantes por ano.

Reguengos de Monsaraz foi a Cidade Europeia do Vinho em 2015, uma distinção atribuída pela RECEVIN – Rede Europeia das Cidades do Vinho que fomentou a realização de mais de 150 iniciativas promocionais em Portugal e no estrangeiro. No ano seguinte, a autarquia registou a marca Reguengos de Monsaraz – Capital dos Vinhos de Portugal e desenvolveu uma campanha internacional de promoção dos vinhos e dos enoturismos do concelho.

Reguengos de Monsaraz assume desde 2016 a presidência da RECEVIN – Rede Europeia das Cidades do Vinho, terminando em 2020 o segundo mandato. A RECEVIN é uma rede formada pelas associações de vinho nacionais dos 11 países membros (Alemanha, Áustria, Bulgária, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Portugal e Sérvia) e integra cerca de 600 cidades europeias.

Read more...
Read more...