Resultados financeiros da empresa que gere Alqueva apresentaram uma melhoria de 2 milhões em 2019

De acordo com o Relatório e Contas apresentado pela EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva à Comissão do Mercado de Valores Imobiliários, a empresa terminou o ano de 2019 com capitais próprios positivos que rodam os 40 milhões de euros.

Segundo o relatório publicado no passado dia 1 de Abril pela CMVM, a EDIA terá reforçado a sua situação patrimonial em 2019, ano em que a empresa apresentou uma melhoria de 2 milhões de euros nos resultados financeiros.

Pode aceder ao recurso Roleta online gratis e assim poderá ter um nova solução

Na mensagem que o Presidente do Conselho de Administração da EDIA, José Pedro Salema, escreve neste relatório começa por dizer que “em 2019 Alqueva mostrou, uma vez mais, a sua importância para o Alentejo garantindo o reforço do abastecimento de água às populações”, destacando ainda a “área de regadio moderno e eficiente que já ultrapassa os 100 mil hectares”.

O responsável destaca que “o ano de 2019 ficou marcado, pela construção das primeiras centrais fotovoltaicas para autoconsumo nas estações elevatórias que são origem das áreas de expansão da Vidigueira e de São Bento. No primeiro caso, os painéis fotovoltaicos estão instalados sobre estruturas flutuantes no reservatório de Cuba-Este constituindo a maior central solar flutuante do país”.

Neste relatório fica-se ainda a saber que em 2019, a “a área efectivamente regada por Alqueva aumentou 14% este ano e o consumo de água, condicionado também por um verão muito quente e seco, aumentou cerca de 35% para um total de 375 milhões de metros cúbicos entregues”, referindo que o volume de negócios subiu em 14% para 33 milhões de euros e do EBITDA em 16% para 10 milhões de euros.

José Salema salienta que “o resultado líquido do exercício seguiu a mesma tendência, melhorando cerca de 1,3 milhões de EUR, mantendo, contudo, ainda um valor negativo de 2,7 milhões de EUR em virtude do peso dos resultados financeiros, imparidades do investimento e amortizações”.

Já sobre o ano de 2020 refere que “prevê-se o início de diversas empreitadas, facto que se vai traduzir num aumento considerável do investimento a realizar, face a anos anteriores. Como a progressiva entrada em serviço das novas áreas também a atividade operacional terá uma tendência de franco crescimento nos próximos anos.”

Esta informação também lhe pode interessar: https://frank.casino-navegador.com/jogos-gratis/super-wheel

O mais visto