Solidariedade no Centro Distrital de Segurança Social de Évora leva Pais aos Estados Unidos, ver filha e neto que correram risco de vida

O espírito natalício e solidário viveu-se de forma única no Centro Distrital de Segurança Social de Évora.

Dois dos trabalhadores desta unidade, Luísa e José Pinto, sentiram de forma única como a amizade e companheirismo dos colegas pode ser verdadeiramente inesquecível.

O casal Luísa e José Pinto são dois assistentes operacionais a trabalhar no Centro Distrital de Segurança Social, como milhares de funcionários públicos deste País. O casal tem duas filhas, sendo que uma delas, Carla reside em Cupertino, estado da Califórnia nos EUA. Por razões profissionais, a filha Carla emigrou há algum tempo com marido para o outro lado do Atlântico, na procura duma vida melhor. Já nos EUA Carla foi mãe, mas as coisas não correram tão bem como ela e o marido queriam. Problemas no parto colocaram o bebé em perigo de vida. Foram horas e dias de muita angústia vividos nos EUA, mas também em Évora onde residem e trabalham os avós Luísa e José Pinto. Com o tempo a passar e o drama a instalar-se na família veio a notícia de que para além do bebé, também Carla, a mãe estava internada num hospital com hemorragias graves. Os dois (mãe e bebé) corriam perigo de vida.

À volta da família Pinto iniciou-se então uma corrente de solidariedade positiva. Carla e João precisavam de ajuda dos Pais; Luísa e José queriam ver a filha e a neta, mas não tinham dinheiro suficiente para embarcar no voo para os Estados Unidos.

Foi então que, em segredo, um grupo de colegas da Segurança Social de Évora, onde o casal trabalha, iniciou um donativo coletivo para ajudar as despesas de viagem dos colegas para os EUA. No dia da Gala de Natal que a Segurança Social realizou no dia 20, já em plena quadra natalícia o inesperado aconteceu.

Através duma aplicação móvel foi feito um contacto direto entre Évora e Cupertino, localidade onde Carla Pinto (filha) vive e todos puderam respirar de alívio. A bebé e a mãe já estavam em casa, seguros e de boa saúde e o Casal Pinto ficou a saber que os colegas tinham conseguido reunir entre si o valor de 1000 euros destinado a pagar as passagens do voo entre Lisboa e o aeroporto de S. Francisco. O momento foi vivido por todos os presentes de forma muito emocionante.

José e Luísa Pinto agradeceram emocionados e comovidos o gesto dos colegas. Brevemente o casal embarcará para os EUA para reunir toda a família. Assim se escreveu um belo postal que ajudou a família Pinto a estar junta no momento que mais precisa e a celebrar o Natal com o verdadeiro espírito do amor, ajuda e solidariedade.

Recomendado