Sousel: Inaugurado o Centro de Recolha Oficial de Animais. Autarca diz que “a Câmara deve ser o motor e depois deve criar parceiros”

Centro de Recolha Oficial de Animais de Sousel

Município de Sousel inaugurou, esta sexta-feira, o Centro de Recolha Oficial (CRO) de Animais de Sousel.

O ato inaugural decorreu com a presença do Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, e do presidente da Câmara Municipal de Sousel, Manuel Valério, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Roberto Grilo, entre outras entidades locais e regionais.

O centro agora inaugurado resulta de um investimento superior a 155 mil euros e conta com treze canis, dois gatis, uma cela para outros animais, uma receção, celas de isolamento, arrecadações, uma sala de equipamentos e outros utensílios, um armazém de rações, uma sala de tratamento e/ou esterilização, zona de banhos e uma instalação sanitária, pretendendo acolher animais errantes encontrados na via pública, e prestar-lhes os devidos cuidados de saúde e alimentação.

Em declarações a’oDigital.pt, o Presidente da Câmara Municipal de Sousel, Manuel Valério começou por explicar que este equipamento surgiu porque a Autarquia “dispunha de um pequeno equipamento que ia dando resposta às necessidades, mas sempre lotado e como agora, com a nova legislação, não é permitido abater animais. Tornou- se insustentável, porque não conseguimos já ter a capacidade de resposta e a Câmara Municipal atendendo à nova legislação e também aos avisos que foram saindo em termos da Direção-Geral das Autarquias Locais fizemos uma candidatura que assinámos no final de 2018 colocámos mãos à obra e hoje aqui temos este Centro de Recolha Oficial de Animais do Concelho de Sousel”.

Sobre o apoio dado pelo Governo, Manuel Valério afirma que “é sempre de louvar o apoio que o Governo nos dá, mas 50 mil euros eram insuficientes para fazer o tipo de obra que aqui queríamos fazer e na realidade fizemos esta obra que custou à Câmara Municipal 155 mil euros”.

Já sobre a gestão e manutenção deste equipamento o autarca refere que “a Câmara Municipal deve ser o motor, deve ser quem faz o equipamento, deve ser quem arranja as condições e depois deve criar parceiros, sendo que neste caso escolhemos uma associação aqui do concelho de Sousel ligada precisamente aos animais, a ECOANIMAL em que fizemos um protocolo e são eles que vão fazer a gestão deste mesmo espaço”, acrescentando que “lancei outro desafio que é precisamente eles poderem recuperar o espaço onde agora os cães se encontram e vão ser transferidos para o novo equipamento, e recuperar o espaço e poder fazer aqui um DOGHOTEL”.

A atividade da autarquia, Manuel Valério afirma que “o concelho de Sousel é um concelho completamente em movimento, pois temos obra por tudo quanto é freguesia e por tudo quanto é canto e aliás sem qualquer tipo de fundo comunitário temos a decorrer neste momento nas freguesias rurais obras que rondam na sua totalidade cerca de um milhão e setecentos mil euros, juntando as obras que temos comparticipadas já muito avultado para o concelho de Sousel que tem poucas receitas próprias”, concluindo que “neste momento a máquina está em andamento e estou convencido que muitas delas vão ficar prontas até ao final do mandato, mas não é isso que neste momento me preocupa, o que me preocupa é exatamente que se iniciem as obras, seja comigo na presidência, seja com outra pessoa, e criar as melhores condições de vida para quem aqui habita e para quem nos visita”.

Fique de seguida com algumas imagens desta inauguração, numa reportagem de Hugo Calado:

Read more...
Read more...