Vila Viçosa: Município inaugurou novo espaço no Museu do Mármore, que em 2018 ultrapassou as 10 mil visitas (c/fotos e som)

A Câmara Municipal de Vila Viçosa procedeu à inauguração da “Ala dos Escultores”, no Museu do Mármore Raquel Castro de Vila Viçosa.

O acto ocorreu este domingo, 10 de Fevereiro e contou com o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa, Luís Nascimento, o Presidente da Assembleia Municipal de Vila Viçosa, Rui Bilro, e vários escultores.

Em declarações aos jornalistas, Luís Nascimento explicou que é “um espaço que pretende não só valorizar os escultores, como também a matéria-prima utilizada para estas esculturas que é o mármore. O mármore que é um produto endógeno da nossa região, Vila Viçosa é muito rica nessa matéria. Este é mais um passo de a Câmara Municipal valorizar um produto que temos.”

Questionado sobre ser um espaço evolutivo, o Vice-presidente da autarquia afirma que “é um espaço que é dinâmico, não fechou aqui assim. Há possibilidade de chegar mais e novos escultores, há a possibilidade de os escultores que aqui estão presentes poderem trocar as peças que aqui têm por outras que achem mais significativas para estar em exposição.”

Já sobre a atracção de visitantes com este espaço, o autarca refere que “nós associamos isto também à candidatura de Vila Viçosa a património da humanidade, porque tem sido um aspecto que tem trazido mais gente a Vila Viçosa, desde que a candidatura foi colocada na lista indicativa dos bens candidatos. E o Museu do Mármore, para além do outro património que temos, o património construído e ancora da candidatura, o Museu do Mármore é mais um monumento visitável e que em enriquece as pessoas que o visitam com alguma história relativamente a exploração e transformação dos mármores.”

Instado sobre o número de visitantes recebidos em 2018 pelo Museu do Mármore, Luís Nascimento adianta que “lembro-me que há um dado significativo de que no mês de Outubro tivemos mais de mil visitantes aqui no museu. Foi o número mais significativo, os outros são inferiores. Devemos andar à volta de 10 mil visitantes durante o ano.”