Estudo de impacte ambiental do Bloco de Rega de Moura em consulta pública até Janeiro

Está em consulta pública até ao dia 3 de Janeiro de 2019, o estudo de impacte ambiental do Bloco de Rega de Moura, projecto que integra a 2.ª fase do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (áreas de expansão), que abrangerá cerca de 45.000 ha (os quais acrescem aos 120 ha já infraestruturados na 1.ª fase), e que tem como objectivo a beneficiação por regadio de 1.208 ha no concelho de Moura.
Recordamos que esta nova infraestrutura beneficiar 10.000 hectares junto às povoações de Amareleja, Estrela, Moura e Póvoa e representa um investimento público que ultrapassa os 36 milhões de euros.
De acordo com o estudo apresentado, os impactos negativos da construção deste bloco estão relacionados maioritariamente com a fase de obra, tendo assim mais pontos positivos, pois segundo o documento “contribuirá, de forma positiva, para o desenvolvimento da agricultura no concelho e região, permitindo maior competitividade das explorações agrícolas, condições para instalação de novas culturas, diversificação e dinamismo do sector agrícola, geração de emprego e de novos serviços associados, contribuindo para o reforço da economia local, regional e até nacional.”